Pró Monarquia  

Caro Amigo(a) 

"Herdeiros do Porvir" é uma publicação da Pró-Monarquia, entidade que, sob os auspícios do Príncipe D. Luiz de Orleans e Bragança, Chefe da Casa Imperial do Brasil, difunde o ideal monárquico em nosso País. 

Seguindo a linha traçada em seu primeiro número, "Herdeiros do Porvir" não se restringe em seus artigos a considerações acerca da preferência por formas de governo, como Monarquia e República. 

Consideramos que o ideal monárquico deve continuar a ser aquilo que sempre foi, mas, por outro lado, deve alargar seu campo de pensamento e de ação, não se fixando na imobilidade ou em polêmicas por vezes um tanto ultrapassadas e até estéreis. 

Assim, damos capital importância em nossas páginas ao conhecimento e descrição da Revolução Cultural que, subrepticiamente, introduz germes de destruição nas maneiras de sentir, de atuar e de pensar do homem hodierno. Tendências essas que vão transformando — diríamos mesmo transtornando — as maneiras de viver tanto individual quanto coletivamente. 

Com o mesmo empenho procuramos ressaltar que há, simultâneamente, uma corrente profunda e cada vez mais pujante da opinião pública que dá sinais inequívocos de se estar libertando da tirania das utopias igualitárias, e que busca nos valores perenes da ordem natural e sobrenatural, que conferiram grandeza ao nosso passado monárquico, uma inspiração sadia para o porvir. 

Daí nasce o que no primeiro número de "Herdeiros do Porvir" definimos como a Contra Revolução Cultural Monárquica. 

Deste modo — e quando tanto se fala em "imprensa alternativa", como um veículo para exprimir idéias e opiniões que a grande mídia não veicula —, "Herdeiros do Porvir" visa dar voz e vez àqueles que reconhecem no ideal monárquico a grande via para uma autêntica restauração da ordem social. 

Lendo "Herdeiros do Porvir" se encontram análises e opiniões que destoam dos tabus forjados pela grande imprensa. E, ao lado de temas de alcance cultural, histórico, político social, se pode ter uma idéia, pelo noticiário de nossas atividades, de quanto os ideais monárquicos são atuais e despertam crescente interesse. 

Desta forma "Herdeiros do Porvir" faz eco ao apelo formulado pelo Príncipe D. Luiz em abril de 93: 

"Para que a aurora da ressurreição monárquica se faça meio-dia, é preciso que a Monarquia faça sua caminhada, não no terreno poeirento das refregas partidárias, das quais está farta a atenção pública, porém na ação individual, dedicada, infatigável, de cada monarquista junto aos seus familiares, seus íntimos, seus colegas de trabalho, seus companheiros de lazer. 

"Cumpre para isso que os monarquistas de nossos dias trabalhem para restituir a nossos contemporâneos, à maneira dos brasileiros do Segundo Reinado, o gosto da reflexão política, alimentada em serões familiares, em ambientes sociais, nos círculos intelectuais. Reflexão que, muito mais do que a mídia, assegure ao Brasil autêntico as condições para, por si mesmo, formar seu próprio pensamento, relegando para o plano inferior que lhes toca, as infindáveis discussões sobre interesses partidários, apetites pessoais, difamações recíprocas, etc., que constituem o pobre e indigesto manjar dos fornos de nosso presente sistema representativo". 

Nossa meta é tornar esta publicação pujante e com uma tiragem cada vez mais significativa. 

Visamos, assim, levar informação e formação aos lares de todos aqueles que simpatizam ou podem vir a simpatizar com os ideais que professamos. Para este esforço e para outras importantes iniciativas convidamos a uma participação pessoal. 

Se se interessar em receber gratuitamente esta publicação, envie-nos, agora mesmo, uma mensagem com seus dados pessoais (nome, endereço, telefone, profissão para: monarquia@casaimperialdobrasil.org) ou preencha o cadastro de nossa home page. 

 

Cordialmente,

Jose Carlos Sepúlveda da Foncesa
Secretário


 [Anterior]