Casa Imperial do Brasil / Página Inicial >>
 
         
   
Dom Pedro I - Compondo o Hino da Independência
   

Hino da Independência do Brasil
Letra: Evaristo Ferreira da Veiga
Música: D. Pedro I

 
Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil:
Já raiou a Liberdade
No horizonte do Brasil.
Já raiou a Liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
- Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
- Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil...
Houve mãos mais poderosas...
Zombou deles o Brasil...
Houve mão mais poderosa...
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

O real herdeiro augusto,
Conhecendo o engano vil,
Em despeito dos tiranos,
Quis ficar no seu Brasil.
Em despeito dos tiranos
Quis ficar no seu Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Revoavam sombras tristes,
Da cruel guerra civil;
Mas fugiram apressadas,
Vendo o anjo do Brasil.
Mas fugiam apressadas
Vendo o anjo do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Mal soou na serra, ao longe,
Nosso grito varonil,
Nos imensos ombros logo
A cabeça ergue o Brasil.
Nos imensos ombros logo
A cabeça ergue o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já com garbo juvenil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns! Já somos livres!
Já pujante e senhoril
Brilha o sol do Novo Mundo
O estandarte do Brasil.
Brilha ao sol do Novo Mundo
O estandarte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Filhos, clama, caros filhos,
É depois de afrontas mil
Que a vingar a negra injúria
Vem chamar-nos o Brasil.
Que a vingar a negra injúria
Vem chamar-nos o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

Mostra Pedro à vossa frente
Alma intrépida e viril,
Tendes nele Digno Chefe
Deste Império do Brasil.
Tendes nele Digno Chefe
Deste Império do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá temor servil!
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.
Ou ficar a Pátria livre,
Ou morrer pelo Brasil.

No caso de você não ter nenhum programa que reproduza este formato de arquivo de áudio favor, visitar o seguinte link - Windows Media Player.